Em entrevista ao ‘Estado’, Xuxa diz que se diverte com o bom humor das pessoas que criam memes sobre ela

1471719780351

Há um ano Xuxa deixou a Globo e partiu mais uma vez para uma nova empreitada, agora na TV Record. Não satisfeita em apenas apresentar o programa de variedades, a eterna “rainha dos baixinhos” se diverte nas redes sociais. Às vezes posta fotos fofas, outras coloca imagem dela tentando plantar bananeira, um desastre. Mais recentemente, decidiu fazer vídeos. No primeiro, parceria com o Porta dos Fundos, ela não era reconhecida nas ruas. No último, aparece Xuxa vestida da maneira que fazia no começo de carreira em uma propaganda da série Stranges Things, da Netflix, lendo cartas dos personagens da série. Sobre esta e outras questões, a apresentadora conversou com o Estado.

***

Você gosta de rir de você mesma. Isso te faz bem? Você parece se divertir muito…

 

Amo rir de tudo, mas, em especial, amo os memes que as pessoas fazem de mim. Como são criativos, gostaria muito de ter esse humor. Admiro muito pessoas bem humoradas.

***

Vira e mexe voltam a fazer sucesso vídeos de seus primeiros programas, mostrando uma Xuxa que brincava e brigava com a criançada. Você acha que hoje seria possível fazer tudo isso?

(risos) Eu era louca, não acredito que falava e fazia tudo aquilo, mas acho que hoje em dia não tem mais lugar pra isso para ancoras e apresentadores na TV. Também acredito que quanto mais natural, mais eles gostam, estão aí os reality shows, que as pessoas amam ver naturalidade, estão aí os vídeos caseiros. Acredito que se eu fizesse programa ao vivo daria muitos memes, mas o canal teria de aguentar as críticas, pois eu ainda falo muita besteira e não sei se o povo que me contrata está afim de ver e ouvir isso. Coragem de falar eu tenho, porque sai sem querer. Pior é alguém assinar embaixo, tipo: ‘Vai filha, fala o que quer que a gente segura’.

***

Como surgiu a ideia de fazer esses vídeos, primeiro com a turma do Porta do Fundos, onde o povo não te reconhecia, depois com a Netflix?

Eu me convidei para fazer a Porta dos Fundos. O Fabio (Porchat) disse: ‘Mas você topa?’. Eu disse que sim e eles não acreditaram, demorou para sair, eles acharam que eu não ia topar. Já a Netflix eu lavei a alma, quando li eu amei e agradeci muito ter feito, pois foi uma resposta para tanta gente ignorante que continua pensando que o disco tem mensagens, que a boneca é do mal, nossa! Juro, amei!

***

E essa onda de saudosismo dos anos 80, você está tirando proveito disso? Tem sido bom para a sua imagem?

Tirando proveito é forte, né? Estou revivendo uma época onde eu fiz parte, mas vou seguir seu conselho, vou tirar proveito quando puder.

***

E sua filha, Sasha, o que ela acha desse seu lado brincalhão, curte?

Ela me conhece melhor do que ninguém, ela sabe que eu sou assim. Ela fica admirada que algumas pessoas não conheciam esse meu lado.

***

O que você gosta de assistir na TV e no cinema? Você vai ao cinema? Ao teatro? O que está lendo? E música, o que gosta?

Na TV, gosto de seriados. No cinema gosto de tudo e no teatro, só comédia. Adoro biografias. Estou ouvindo Tiago Iorc porque minha filha ama. Aliás, ouço todas as músicas da Sasha. Ela faz a minha playlist.

***

Você sente falta do que já viveu, profissionalmente?

(Risos) Nossa, parece que já morri. Estou vivendo um momento muito bom. Depois de 33 anos de TV, estou aprendendo muito, sempre. Claro que o que eu vivi me deixou recordações lindas, mas sentir falta, não, né? Sinto falta da minha mãe falando, me abraçando, rindo. Disso eu sinto falta.

***

O que pensa do futuro, o que gostaria de fazer em sua velhice?

Eu quero trabalhar até quando puder e der, quero viver até quando puder e der, quero aprender diariamente até não puder mais estar aqui.

***

Pensa em parar?

(Risos) Pensava em parar aos 30 anos de idade, depois foi pros 40 e hoje penso que pensei demais. Quero viver o que a vida me oferece. Quando a vida me oferecer uma cama para deitar ou um lugar pra descansar, é lá onde estarei. Mas enquanto a vida me der oportunidades de rir de mim, de ser o que eu sou para as pessoas, continuarei vivendo, sentindo tudo. Taí uma dica, não pare nunca, apenas seja feliz.

FONTE: ESTADÃO